terça-feira, 9 de julho de 2013

Em briga de marido e mulher... Ninguém mete a colher

Olá.....

Todo mundo aproveitando o feriado....tudo muito bom, até que você ouve aquele conselho e pensa: Eu não estou ouvindo isso!!! Pois bem, hoje vamos falar de conselhos que as pessoas adoram dar.

Certamente você já ouviu a frase que dá título ao post, se não ouviu, hoje eu sugiro que se lembre dela, sempre que ver algum casal discutindo na sua frente, e pense bem antes de palpitar na relação alheia....rs

Fique tranqüilo, o post é só um modo de ajudar, caso você fique diante de uma situação desconfortável em uma briga de casal e saberá como agir. Para os casais, lembrem-se sempre: Roupa suja, se lava em casa!

Eu confesso que hoje, casada, entendo mais esse "dito popular" e concordo 100% com ele e seu maravilhoso criador. 
Quando iniciamos um relacionamento amoroso, é inevitável fazer planos, sonhar com o futuro e idealizamos muita coisa, algumas se concretizam, outras não, mas tudo isso faz parte do relacionamento, lidar bem com as frustrações, inclusive, deve fazer parte da realidade do ser humano, mas nem sempre é isso que acontece. 

É certo que todos os casais com mais tempo de relacionamento, comecem a surgir os "defeitos" do outro, defeitos esses que todos nós temos e proximidade e o maior tempo de convivência nos apresentam. No pacote de defeitos, surgem alguns conflitos, dificuldades, discussões e palpites que nós,casais, não pedimos e não queremos.

 Aqui eu apelo para que recém casados, não sejam bombardeados com informações, palpites, opiniões e afins...#prontofalei

Palpites e opinião a gente só deve dar quando conhecemos ou dominamos o assunto, e se tem uma coisa que cada um só conhece o seu, é o relacionamento. Por isso, casais não precisam de palpite, principalmente daqueles que adoram tomar partido de um ou de outro. Também não gostamos que comparem nossa vida, com a da sua amiga, sua prima,ou da sua filha, muito menos na frente dos outros.

Cada casal sabe de si, da sua relação, cada um sabe onde errou ou não. Acho também que relacionamento não deve ser uma exposição, um livro aberto. Penso assim pois isso da margem para as pessoas palpitarem, se acharem a vontade para "meter a colher" e aumentar o estress que já existe. Como forma de se proteger dos pitacos alheios, elegi 5 coisas que você não deve fazer, se não quizer ouvir conselhos desagraveis:

 1- Seus planos, guarde-os pra você. Sempre tem alguém pra dar uma opinião negativa ou para fazer aquela lista de recomendações. Os mais velhos, sempre sabem mais....hahaha

 2- O que deve sempre valer é a opinião do casal, a partir do momento em que vocês se casaram e vão "bancar" a decisão, sigam em frente, baseados somente nas suas escolhas.

 3- Não conte suas brigas e discussões aos 4 ventos. Amanhã vocês se acertam e quem fica mal falado é o namorado ou a namorada.

 4- Não tome decisões sem consultar seu companheiro. Não estamos falando em ser submissa(o), estou falando em companheirismo, em blindar seu casamento. Imagina a esposa programar uma surpresa, um jantar e você nem avisar que vai rolar um "churrascão do pessoal do time, na sua casa". No mínimo você vai querer mata-lo e vice-versa.

 5- Não discuta na frente de ninguém, não faça ele ou ela se sentir constrangido. Não existe situação pior do que olhares do tipo: "Tadinha" " Nossa como você foi grossa com ele".

 E se você estiver perto do um casal em pé de guerra, o melhor a fazer é guardar sua opinião pra você, se por acaso alguma das partes solicitar seu palpite ou pedir ajuda, aí sim você fala, caso contrário lembre-se: menos é sempre mais! #dicademãe

Tomar decisões num relacionamento nem sempre é uma tarefa fácil, duas opiniões, duas pessoas já é confuso demais. É por isso que levamos muita coisa em conta quando decidimos algo e por isso, alguns palpites podem ser o estopim para uma discussão, uma patada ou coisas do gênero. 

Espero que nesse post eu tenha conseguido conscientizar quem adora palpitar e também ajudar pessoas que vivem recebendo esse "festival de bons palpites" a se livrarem de maneira mais leve, sem magoar ou ser indelicado. Muitas vezes as pessoas querem ajudar, tem mais experiência, mas não estão a par da situação ou simplesmente não conseguem controlar a boca.  

E aí....vocês já presenciaram briga de casal, qual foi sua reação?

Beijos 


Um comentário:

  1. Você foi diva nesse post. hahahah adorei!

    ResponderExcluir