segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Nosso Amor: Alex e Luciana

Oi gente...

Se tem um dia que me deixa feliz, as vezes até mais que as sextas-feiras, esse dia é a segunda!
Os acessos no blog aumentam, e o nosso amor recebe muitas visitas, não só o da semana, como os mais antigos também.
Hoje trago uma história bem legal....vamos conhecer o casal de hoje?





Nome do Casal: Alex e Luciana
Idade: 37 e 33
Local de Nascimento: Votorantim e São Paulo 
Data do casamento: 22/01/2006
         

  1-      Como se conheceram?

Através de amigos em comum.

2-      Ha quanto tempo estão juntos? 

Há 18 anos, 10 e meio de namoro e 7 e meio de casamento.

3-      Como veio o pedido de casamento? 

Foi tudo muito natural, o tempo foi passando, o relacionamento ficando sério, após nos formarmos, começamos a pensar em comprar um terreno, fazer planos juntos... 
Decidimos então fazer um jantar de noivado para familiares e amigos, e aí veio o pedido oficial.

4-      O que mais gosta nele?

É muito difícil reduzir a uma coisa só, admiro muitas coisas, a personalidade, a maneira com que ele encara a vida, os problemas parecem menores do seu ponto de vista, sempre há uma visão positiva da situação.
Ele me dá segurança e tranquilidade pra ver as coisas de outra maneira, tornando tudo mais leve. É muito carinhoso, atencioso, divertido, está sempre de bem com a vida e de bom humor. É um pai maravilhoso, muito amoroso e presente, dá muita atenção as crianças que o amam demais.
Resumindo....acho que o admiro como um todo!

5-      Quais as maiores dificuldades de uma relação? Já passaram por algum momento de superação? 

Começamos a namorar muito jovens, amadurecemos juntos, mas sempre conversamos muito e procuramos colocar nossas vidas nas mãos de Deus. Sempre buscando sua orientação sobre como proceder nas situações mais difíceis.
Talvez o momento mais difícil e com certeza mais longo, foi quando estávamos noivos e ele foi morar em Londres, ficamos 9 meses separados, sofremos bastante, mas isso foi bom, nossa relação se solidificou e tivemos certeza que queríamos ficar juntos.
Eu tive que organizar muitas coisas do casamento sozinha, a tecnologia não era tão avançada como agora, nos falávamos só de fim de semana, nos comunicávamos por e-mail e isso foi uma prova grande, mas valeu a pena, foi a realização de um sonho e se não tivéssemos enfrentado, talvez ele fosse frustrado até hoje.

6-      Qual o segredo de uma relação feliz?

Não há uma fórmula mágica, nem secreta, um casamento feliz envolve muito trabalho e muitas pessoas.
Primeiramente os dois devem trabalhar no mesmo propósito, a felicidade do outro, buscar ser feliz é egoísmo. Devemos buscar o bem de quem está ao nosso lado e isso faz com que haja uma troca. Já quando nascem os filhos, as coisas mudam e os dois passam a buscar a felicidade dos filhos e essa é uma fase delicada, pois se o casal não tomar cuidado acabam sendo somente pais e o relacionamento vai ficando de lado, vai esfriando. As crianças são presentes mas um dia elas vão criar asas e voar, e se o casal não for unido, fica um vazio, que ninguém além dos filhos supriria...


7-      O que diria para um casal que está iniciando a vida a dois...  

Mãos a obra... o trabalho é grande, mas a recompensa é maior. O casamento é uma dádiva de Deus para o homem e por isso é sagrado.
Todos os problemas tem solução se estivermos dispostos a ceder e perdoar, não adianta ganhar uma discussão e perder a harmonia, o orgulho é a maior armadilha do casamento. 

Deixe aqui uma mensagem para ele... 

Meu amor, com você aprendi a ser uma pessoa melhor, nossa vida, nossa família são os verdadeiros tesouros que temos, sou muito feliz pelo relacionamento que construímos, pela família que formamos. 
Sei que não somos perfeitos, mas essa é a beleza da vida, buscar melhorar a cada dia. Obrigada por tudo, te amo muito, pra sempre!!!


Casal com os filhos João Victor e Murilo


A...eu amo essas declarações, amo histórias e a de hoje, me pareceu muito familiar. Assim como a Luciana e o Alex, eu também vivi um relacionamento a distancia, organizei meu casamento "sozinha" e relembrei muito de como cheguei até aqui.

Como todas as histórias que tenho conhecido aqui no blog, de cada uma tiro algo que trago para minha vida e uso como aprendizado!!!

Espero mais histórias por aqui e agradeço imensamente cada casal que dividi comigo seus relacionamentos....rs

Quer participar? Mande um email para casamentoimperfeito@gmail.com e conte sua história!

Um beijo ....


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Como escolher o ginecologista???

Olá....

No post de hoje vou falar sobre um assunto íntimo, com o qual sou bastante criteriosa, que é a escolha do meu Ginecologista! 

Ja tive um que eu amava, ele cuidou da minha mãe e sempre foi super atencioso comigo, muito discreto e inteligentíssimo. 

Ele me passava muita segurança, mas o danado começou a ficar chique demais e a consulta, que já era particular, foi encarecendo, encarecendo, até que chegou num valor, a meu ver, absurdo. 

Além disso, sempre pagamos convênio, então o valor da consulta começou a pesar, associado ao fato da distancia, pois eu atravessava a cidade para visita-lo e isso me incomodava. Resolvi então trocar de médico....e até hoje me questiono se fiz ou não o certo?!?

Resolvi deixar a implicância de lado e aceitar a indicação de uma amiga e fui a outro ginecologista, do convênio, mais próximo da minha casa (vulgo casa dos meus pais), e tudo estava muito bom, até que eu o questionei sobre: parto! 

O médico muito simpático, divertido, me deixou bem a vontade, porém nunca respondia minha pergunta, sobre "o meu parto". 

Até que ele disse claramente: 

" Olha linda, eu acho que se você quer PN, tudo bem. Mas vou te dizer que eu não o faço pelo convênio, somente particular. Enquanto a cesárea você pode se programar, sair bonitona nas fotos (oi??) e deixar o valor que gastaria (com isso = meu parto normal) para investir no enxoval. No mais, você nem sabe se terá dilatação, pra que se preocupar com isso?"

Eu não estou grávida, e também não devo ficar no(s) próximo(s) ano(s), mas considero fundamental, ter um médico em quem confiamos, e principalmente que respeite as minhas vontades. 

Na minha opinião, em qualquer momento o médico deve ser parceiro da paciente e na gravidez principalmente, por isso, gostaria de já estar bem a vontade com meu novo médico, com aquele que eu quero confiar integralmente no momento mais importante da minha vida. 

Para minha próxima busca, estou observando alguns itens para nortear minha busca e enfim, encontrar um profissional que eu goste e confie plenamente para seguir adiante, até a hora de encomendar meu baby! #sonho 

Está perdida para encontrar seu médico?  Veja as dicas que estou seguindo...

-Peça indicações de amigas, familiares e mulheres que tem os gostos parecidos com os seus. Mesmo assim, não é garantido que você vá gostar do médico da sua amiga. Considere outras indicações também. 

- O médico deve ter tempo para sua paciente. Odeio médicos que nos recebem correndo no consultório, por isso, observe se seu médico ouve você atentamente e questiona suas duvidas a fundo.

- Verifique como seu médico fala do parto normal, com naturalidade,  caso você tenha interesse em ficar grávida e queira um parto normal. Caso ele fuja do assunto, ou faça como o meu, sendo categórico: Fuja desse consultório! 

- Observe se seu médico deixa a disposição todos os contatos dele e abre exceções para "encaixes". Sim, pois nada pior do que precisar de uma emergência e ficar passando na mão dos plantonistas no P.S, sem seu médico de confiança.

-Verifique a importancia que seu médico dá as suas dúvidas. Não importa se ela é pequena, boba ou qualquer que seja. Ele está a sua disposição, prestando um serviço e você deve se sentir confortável e protegida com as orientações que seu médico lhe dará. 

-Homem ou mulher??? Tanto faz, desde que você se sinta a vontade e confortável com os procedimentos de rotina das consultas. 

-Caso o atendimento seja particular, questione o valor da consulta e veja se terá como manter esse padrão. Infelizmente, eu acabo comparando todos os médicos com o meu antigo Ginecologista e parece que todos os outros deixam a desejar. =( 


Nessa minha próxima ida ao Brasil, onde farei meus check-ups, com meu novo médico,  estou buscando indicações de amigas e observando esses outros pontos que listei e considero importantes para marcar minha consulta. 

Caso você tenha uma dica e seja de SP capital, aceito sugestões...rs

Por hoje é isso...

Beijos 



segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Nosso Amor: Marcelo e Flávia

Olá.....

Eu reapareci!!!

Depois de quase 1o dias, uma viagem, um mini descanso merecido ao lado do marido e dos nossos novos amigos Portugueses, estou de volta!

Como vocês sabem, mais uma segunda-feira chegou, e começamos a semana com uma história fofa, cheia de amor e carinho de um casal lindo.

Antes que me perguntem, o "Nosso Amor", não está relacionado ao tempo de relação, até porque, existem casais que vivem relacionamentos tão intensos em 1 mês, que seria injusto julgar um AMOR apenas pelo seu tempo de existência, não é mesmo?

Então vamos la......




Nome do Casal: Marcelo e Flávia 
Idade: 29 e 30 anos
Local de Nascimento: São Paulo e  Belo Horizonte 
Data do casamento: 08/09/2012

1 - Como se conheceram?

Estudávamos juntos, na mesma sala da Faculdade.

2 - Ha quanto tempo estão juntos? 

Estamos juntos a 8 e 8 meses...

3 - Como veio o pedido de casamento?

Foi no dia dos Namorados! 
Nós saímos para jantar em Macacos, uma vila próxima a Belo Horizonte e no meio do jantar o Marcelo começou a dizer: "Foi aqui em Macacos que ficamos pela primeira vez, foi aqui que eu te pedi em namoro e vai ser aqui que eu vou te pedir em casamento. QUER CASAR COMIGO?"
Só que a loira aqui não entendeu o recado kkkkk e comecei o sermão, "Quero sim mas você tem que se organizar melhor e bla bla bla... Ele me cortou, abriu a caixinha com o anel e disse novamente: “Eu estou falando sério VOCÊ QUER CASAR COMIGO?” 
Aí sim a ficha caiu, kkkkk e claro que comecei a chorar e falar mais alto...me empolguei tanto, que o Marcelo quase entrou embaixo da mesa de tanta vergonha, foi lindo!!!

4 - O que mais gosta nele? 

Cresci ouvindo as pessoas dizerem, repare como seu companheiro trata a mãe dele e será assim que você será tratada por ele. E depois de um tempo comecei a reparar. 
Enquanto namorávamos era tudo normal, nada havia mudado, mas no dia seguinte do casamento parece que ele virou a "chavinha" e comecei ser tratada como nunca tinha sido antes (ou não tinha reparado), um carinho uma preocupação fora do comum, sei que tudo muda quando começamos a viver 24h juntos, então observamos muito mais as coisas. 
Gestos como levar um copo d’agua, comprar uma comida que eu goste, coisas bobas... A atenção, dormir pertinho, ficar doentinha e ser mimada, os beijinhos de bom dia, um abraço de bom trabalho, não sei sou boba apaixonada, mas gosto de tudo isso. 
Confesso que estou sendo bem mimada, e amo todo esse cuidado e atenção que ele tem comigo!!! kkkk




 5 - Quais as maiores dificuldades de uma relação? Ja passaram por algum momento de superação? 

Nossa.... acho que a maior dificuldade de um novo casal é se acostumar com as manias do outro, mas graças a Deus depois de 1 ano de casamento estamos em perfeita harmonia.

6 - Qual o segredo de uma relação feliz?

Eu acho que o segredo de uma relação feliz, é o respeito!
Ele deve existir em primeiro lugar, pois sem respeito ferimos o outro sem motivo. E outro segredo que considero bem importante, é a admiração um pelo outro, sempre ajudando e colocando a vida do casal pra cima.

7 - O que diria para um casal que está iniciando a vida a dois... 

Eu só tenho um ano de casada, mas eu diria que a paciência e compreensão são essenciais para o inicio da vida a dois. A fase inicial é de ajustes e adaptação. 
No mais, curtam cada etapa, pois tudo passa muito rápido. Fujam sempre que possível da rotina, e não se esqueçam,  por mais que estejam casados, o clima de namoro nunca pode terminar!

Deixe aqui uma mensagem para ele... 

Sei que você não gosta de exposição, mas gostaria de dizer que estou muito feliz com a nossa vida de casados! Muito obrigada por ser meu companheiro, marido, amante e namorado, te amo, te amo, te amo meu bebezinho.



Comemoração 1 ano de casados!!! 


A....quanto dengo, né?

Adoro histórias assim, a semana começa até mais leve e na minha opinião....felicidade é sempre bom compartilhar!!!

Tive que quebrar o modelo das 2 fotos, as imagens estava tão linda, que seria egoísmo escolher só 2!!! 

Fla....obrigada por dividir sua história conosco!!! 

Quer participar também? Mande um email para casamentoimperfeito@gmail.com e conte sua história! 

Beijos a todos e boa semana



quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Seletividade Alimentar Infantil: quando e porque ocorre?

Olá mamães...

Apesar do blog ser direcionado as mulheres, as quartas-feiras, abro uma excessão para falar da Nutrição dos pequenos e das mamães. 

No post de hoje vamos conversar sobre a escolha alimentar dos pequenos na hora das refeições?
Muitas mamães costumam queixar-se da alimentação dos filhos por volta dos 2-3 anos da criança, mas o que acontece com os pequenos na hora da alimentação.  



As reclamações vão desde a quantidade que eles comem, local que querem comer, com quem querem comer e principalmente o que querem comer!
Conforme já conversamos em outras ocasiões, os pais devem sempre estimular hábitos alimentares saudáveis, porém a quantidade a ser ingerida, cabe aos pequenos decidirem.
A seletividade alimentar é um processo que a maioria das crianças reproduz e coincide com o amadurecimento das crianças, maior exposição ao convívio social e suas modificações, e algumas vezes, como resposta a um provável desconforto que determinado alimento pode causar no organismo.
Para entender melhor essa questão,  e as variáveis que englobam a seletividade alimentar/ recusa alimentar  e as formas como podem se manifestar nos pequenos, ajudando a entender quando é hora de realmente se preocupar.
  • Seletividade Verdadeira ou Anorexia Verdadeira
As crianças desse grupo costumam apresentar dificuldade em se alimentar de maneira espontânea. É a criança que efetivamente, come pouco.
Crianças desse grupo também tendem a somatizar agentes externos(discussões familiares, mudança de rotina, nascimentos e perdas familiares) a fatores orgânicos/patológicos como infeções respiratórias, doenças do sistema nervoso central e desarranjos intestinais (diarréia, vômitos, refluxo, obstipação intestinal, intolerância e alergia alimentar).
É válido lembrar que algumas crianças amamentadas ao seio materno, quando desmamadas de maneira abrupta podem apresentar esse comportamento, como forma de demonstrar sua insegurança, descontentamento e tristeza, frente a perda sofrida.
A última série de características das crianças desse grupo, está relacionada a alimentação de rotina. Essas crianças podem se recusar a comer, quando observam o mesmo cardápio todos os dias, mesmos sabores e a consistência predominante das refeições (carne cozida, legumes cozido, frango cozido, peixe ao molho...etc).
Afinal, o mesmo alimento, mesmo tempero e mesma consistência repetidamente, nos enjoam, porque com os pequenos seria diferente não é mesmo???
  • Anorexia fisiológica
É evidenciada por volta dos 6-12 meses, podendo durar até o 5 ano de vida. As crianças de maneira geral, tem uma desaceleração no crescimento ao final do primeiro ano de vida e por isso, uma diminuição NORMAL de apetite é esperada. Falamos sobre o pico de crescimento após o primeiro ano de vida aqui
Porém, papai e mamãe, preocupados, não entendem essas alterações e queixam-se com freqüência da quantidade de comida ingerida.
Um grande diferencial e característica positiva desse grupo, está relacionado a boa saúde dos pequenos que não tem nenhum problema relacionado a crescimento, e desenvolvimento de maneira global.
Pelo contrário, apresentam saúde e disposição nota 10!
images-4
  • Seletividade Alimentar ou Anorexia seletiva
Caracteriza a criança que recusa parcial ou totalmente determinado tipo de alimento. As crianças desse grupo são saudáveis, tornando o diagnóstico um pouco impreciso e difícil, visto que quem refere a alimentação insuficiente dos pequenos, é na maioria das vezes as mães.
Normalmente as crianças desse grupo,  repelem alimentos como frutas, verduras e legumes.  Algumas ainda, podem ter aversão a determinada cor e repelem a todo custo, por exemplo, alimentos verde. Ou seja...hortaliça nenhuma, entra no prato!
E aí mamães....paciencia!!!
  • Pseudo- anorexia
É uma queixa comum nos consultórios pediátricos, mas não deve ser relacionada a grandes problemas.
As crianças desse grupo normalmente recusam determinado alimento, estando a negativa de se alimentar diretamente relacionado a desconfortos que determinado alimento causa frente a uma dor de dente, presença de aftas, dificuldade de deglutição ou outras condições que possam provocar dor e ou dificuldade de deglutir.
Após conhecermos os diferentes tipos de "seletivos" que temos em casa, fica mais fácil manter a calma quando alguma recusa alimentar se manifesta.

Em todo caso, um acompanhamento de rotina, um profissional qualificado e interessado no bem estar da criança e não apenas no peso, serão a chave de um diagnóstico certeiro e um tratamento adequado.

Seja ele, das mamães aflitas ou dos pequenos que fazem greve de fome, com ou sem motivos!

Gostaram???

Por hoje é isso....

Esse e outros textos que escrevo sobre Nutrição dos pequenos, vocês podem encontrar no site: www.lookbebe.com.br 

Beijos

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Nosso Amor: Pedro e Sandra

Olá....Como vocês estão???

A temida segunda feira chegou gente!!!! 

E hoje parece que está tudo mais lento ainda, afinal, depois de um feriado, de muitas encontros familiares, descanso e preguiça, começar a semana parece difícil né?!!? 

Para acabar com esse problema, vou iniciar minha semana aqui no blog, no mesmo clima legal, e cheio de amor.

Então hoje trouxe uma história muito legal,  vinda la de Portugal!!!! 

Vamos conhecer, esse casal??? Ora pois....rs



Nome do casal: Pedro Alexandre e Sandra

Idade: 34 anos (ambos) 

Local de Nascimento: Portugal

Data do casamento: 16/07/2005

 1-Como se conheceram? 

Ja nos conhecíamos desde a época de escola, mas também sempre moramos perto um do outro. O Pedro cantava com um grupo de amigos num bar perto de nossa casa e um dia convidou-me para ir vê-lo tocar. 
Eu demorei um pouco até finalmente ir ver a apresentação, mas depois, todos os finais de semana, estava lá assistindo! 

2- Há quanto tempo estão juntos? 

Estamos juntos ha 12 anos. Porém depois de 2 meses de namoro, Pedro teve que viajar e morar em outra cidade devido ao trabalho dele, então ficamos ha 300 km de distancia. E mesmo assim, nosso amor cresceu e já estamos ha 8 anos casados. 

3- Como veio o pedido de casamento? 

Para ser bem sincera, uma das primeiras coisas que Pedro disse-me quando começamos a namorar, era que não queria, nem nunca tinha pensado em se casar (dizia ele...). Mas o tempo veio mostrar-nos que os sentimentos crescem e que nossas "certezas" muitas vezes, podem mudar. 
Passado mais ou menos dois anos e meio, Pedro convidou-me para irmos a um espetáculo e no meio do jantar ofereceu-me um anel de noivado.

  4- O que mais gosta nele? 

É muito fácil gostar do Pedro, ele é um amigo que todos gostariam de ter. Eu em especial, posso dizer que ele é carinhoso, honesto, legal e muito, muito meu amigo!

5- Quais as maiores dificuldades de uma relação? Ja passaram por algum momento de superação? 

Acho que a maior dificuldade de uma relação é o ciúme. Claro que uma boa dose de ciúme é sempre boa, sinal de que a pessoa que está ao nosso lado não nos é indiferente, mas quando é demais, estraga. Eu posso dizer que nunca tive uma briga séria com o Pedro, alguns casais amigos nossos que por vezes têm discussões sérias, e conversando sobre isso, chegamos a conclusão que somos abençoados. 

6- Qual o segredo de uma relação feliz?

Não sei qual o segredo de uma relação feliz, o que posso dizer, é que na minha com certeza é o cultivo diário do amor. Acredito que rega-la diariamente com gotas de confiança, carinho, amizade e doses extras de compreensão. 

 7- O que diria para um casal que está iniciando a vida a dois...   

Diria que todos nós pensamos de maneiras diferentes, mas que através da conversa e da compreensão todo casal consegue percorrer um caminho junto. 

Deixe aqui uma mensagem para ele... 

A mensagem que vou deixar aqui, é o que lhe digo diariamente: 
Pedro, obrigada por seres quem és, por me teres dado os 2 tesouros mais importantes da minha vida, que são nossos filhos Alexandre e Rafael. 
Obrigada também por seres um pai maravilhoso e principalmente por seres o marido que sempre sonhei. 
Amo-te de paixão!!!
Beijos doces...  


Sandra...amei conhecer um pouquinho mais a história de vocês! Obrigada pela participação!!!

Quer participar? Mandei um email para casamentoimperfeito@gmail.com e conte sua história! 

Beijos e uma ótima semana a todos  

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Nosso Amor: Marcelo e Flavia

Oi gente...

Mais uma semana que passou, e eu na correria não consegui dedicar o tempo que eu queria ao blog.

Estou tentando me organizar para postar com mais freqüência, aliás, aí está um grande defeito meu, sou desorganizada e acabo sempre correndo com o que não deveria. 

Mas as segundas-feiras, confesso que não abro mão, me esforço para estar aqui e trazer histórias lindas e dividir com vocês tanto AMOR que recebo pelos emails.

Hoje vamos conhecer mais um casal lindo...e vou confessar que amei ver a ansiedade dela em participar do blog e declarar todo amor e carinho para ele.

Vamos la??? 


Nome do Casal: Flavia e Marcelo
Idade: 35 anos (ambos) 
Local de Nascimento: São Paulo
Data do casamento: 24/08/2002



1-      Como se conheceram? 

Nos conhecemos desde de criança, nossos pais tinham apartamento no mesmo prédio la na Praia Grande (litoral Paulista) e sempre fomos muito próximos, porem começamos a namorar somente em março de 1997.

2-      Ha quanto tempo estão juntos?

Namoramos por 5 anos e estamos casados há 11 anos. Total de 16 anos
            
3-      Como veio o pedido de casamento? 

Não houve um pedido formal, as coisas foram acontecendo. No ano de 2000 ficamos noivos e em agosto de 2002 nos casamos.

4-      O que mais gosta nele? 

O caráter. 
Marcelo é uma pessoa justa e amiga. Muito carinhoso e preocupado com o meu bem estar e da Giovana (nossa filha).

5-      Quais as maiores dificuldades de uma relação? Ja passaram por algum momento de superação? 

Em 2009 o Marcelo mudou de emprego e a empresa é de Uberlândia, com isso ele saia de casa toda segunda-feira as 05h00 e só voltava na sexta-feira a noite. 
Foram 2 anos nesta vida, a Giovana ainda muito pequena, sentia muito a falta do pai e eu também, pois não tínhamos mais a rotina de um casal. 
Em 2011 ele recebeu a proposta para se mudar para Uberlândia com a família e assim foi feito. Estamos já há 2 anos nesta Cidade que nos recebeu tão bem, a adaptação foi tranqüila e hoje a convivência e a cumplicidade fortaleceram ainda mais a nossa relação.

6-      Qual o segredo de uma relação feliz? 

Confiança!
 Para que uma relação seja saudável é primordial que exista cumplicidade. É importante saber a hora de ceder, o momento de apoiar e o momento de recuar.
Tem uma frase que eu ouvi, não sei a autoria, mas que diz o seguinte...”Nos momentos que eu menos merecer será quando eu mais vou precisar do seu apoio, afeto e compreensão.” 
E eu acho que é bem por ai mesmo...

7-      O que diria para um casal que está iniciando a vida a dois... 

Sejam sinceros um com o outro SEMPRE
Não deixem que fatores externos (família, amigos) interfiram na relação de vocês. Vocês estão formando uma nova família e precisam se apoiar e respeitar os sonhos e desejos  de cada um.

Deixe aqui uma mensagem para ele... 

Marcelo, você sabe o quanto eu te amo, conviver com você me faz crescer a cada dia. Quero envelhecer ao seu lado, você é o que tenho de melhor na vida! 



Lindos não??? 

Eu amo ver casais assim, reais. Que recebem as dificuldades da vida e procuram caminhos para solucionar. 
É especial ver que tanta gente luta e está firme na direção de manter a família unida e esse casal nos mostrou isso.

Fla, muito obrigada por dividir sua história conosco!!!

Gostaram? 

Se quiser participar, mande um email para: casamentoimperfeito@gmail.com, vou adorar publicar sua história aqui também!!!

Beijos e boa semana a todos



segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Nosso Amor: Kleber e Lucia

Olá.....
Hoje é dia de depoimento, daqueles lindos, cheios de emoção e carinho em cada linha escrita.
Vem conhecer esse lindo casal que está na caminhada há 17 anos, com dois filhos lindos e disposição pra mais 30 anos!!! 

Nome do Casal: Kleber e Lúcia
Idade: 37 e 36 anos
Local de Nascimento: Registro/SP e Assaí/PR
Data do casamento: 28/09/1996 



1-      Como se conheceram? 

Nos conhecemos há 19 anos, no dia 30/10/94 em uma saída de casais. O Kleber era amigo do namorado da minha sobrinha e saiu para ficar com a amiga da minha sobrinha. Eu, como uma tia legal, fui, mas para minha sobrinha poder ir, chegando lá nos interessamos um pelo outro, mas como a menina que era para ele ficar também se interessou, ele acabou ficando com ela. 
Na volta pedi para o namorado da minha sobrinha arrumar um encontro e no dia 02/11/1994 começamos a namorar.

2-      Ha quanto tempo estão juntos? 
19 anos

3-      Como veio o pedido de casamento?

Em junho de 1996 fiquei gravida da nossa filha Nathália, ele queria ficar junto mas cada um em sua casa, eu disse que assim nao e então decidimos nos casar.

4-      O que mais gosta nele?

A amizade, cumplicidade e o carinho que ele tem comigo e com nossos filhos. 

5-      Quais as maiores dificuldades de uma relação? Ja passaram por algum momento de superação?

Pra mim a maior dificuldade foi a imaturidade dele quanto ao casamento. Para dizer a verdade os 4 primeiros anos foram muito difíceis pois ele queria continuar a viver como solteiro e essa foi a nossa maior superação. Já estávamos a ponto de nos separar, ele já havia falado muitas vezes, e eu todas as vezes implorava, ele acabava ficando. Mas aquilo não era o que eu queria para nossa família e um dia resolvemos frequentar uma igreja evangélica e tudo mudou. Ele se tornou o marido que nunca havia sido, companheiro, carinhoso, um pai dedicado, tudo aquilo que sempre sonhei.

6-      Qual o segredo de uma relação feliz?

Paciência, saber ceder, e convidar Deus para fazer parte da nossa relação, orar e caminhar juntos.
Tem um versículo na bíblia que diz que um cordão de três dobras não se quebra facilmente, pois a terceira dobra é Jesus.

7-      O que diria para um casal que está iniciando a vida a dois...  

 Convidem Jesus para fazer parte da sua relação, e tenham muita paciência,sempre!  Cada um tem um jeito, foi criado de uma maneira, com educações diferentes e isso tem que ser respeitado. 
Em uma relação, alguém sempre tem que ceder, não é fácil, mas se não for assim, vocês viverão sempre em guerra.

Deixe aqui uma mensagem para ele... 

Kleber,
Obrigada pela família linda que construímos juntos. Sempre acreditei no nosso amor e no marido maravilhoso que você se tornou. Obrigada por se esforçar todos os dias por mim e pela nossa família. 
Sou muito feliz por ter você ao meu lado. Te Amo! 



É isso....bjs pra todos!!!

Gostaram da história de hoje, eu, pra variar....adorei!!! rs

Quer participar? 
Mande um email para casamentoimperfeito@gmail.com e conte sua história!